Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 9 de novembro de 2008

"As visões são múltiplas...

...É fato que a gente enxerga uma realidade que não existe. Tudo está no cérebro. E há uma combinação coletiva para identificar o que são cores, formas, texturas e etc. Chamamos isso de realidade. Estar dentro do Ateliê da Tia Rita é vivenciar uma realidade coletiva de quem vive o despojo de ser artista. Para a alma comum, o espaço é uma bagunça. Para nós, artistas, é a organização perfeita, a harmonia completa de todas as realidades possíveis. Viver sob um prisma pré-determinado é muito chato e tedioso. É horrível enxergar sempre a mesma coisa. A vida torna-se inanimada, meio morta. O espaço da Tia Rita tira a gente desse estado funesto. Lá existe vida, um propósito muito bem definido. Existe a concepção, a composição, a estruturação multilinear da experiência, base para qualquer vida. É possível viver sem experimentar? De um lado, a luz. Do outro, a sombra. Por todos os lados, viagens, raios, letras, chamas incessantes de todas as pessoas que já se incendiaram com as imagens e técnicas de Tia Rita. Por mais básica e simplista que seja, ela e seu espaço escondem um segredo, uma pauta desconhecida, uma parte do grande mistério da vida. Algo que só os artistas enxergam. Algo que na natureza transborda e muita gente ignora. Conhecer esse mistério é fácil. Basta deixar deslizar as mãos por uma tela, os olhos por todo o universo criativo do ateliê ou, se não houver habilidade artística, abrir o coração para a realidade da criação.
(André Leal)
Ovo
André, só mesmo um artista prá conseguir entender outro...Valeu!!!!!!!!!